O secretário-geral da NATO e o primeiro-ministro britânico estiveram nesta segunda-feira reunidos na Bélgica para analisar o impacto da crise entre Rússia e Ucrânia e as necessidades de defesa dos Aliados.

«Estamos a analisar as forças de que necessitamos, onde poderiam ser estacionadas, a sua capacidade de resposta rápida e a forma de as reforçar», afirmou o dinamarquês Anders Rasmussen em comunicado, após o encontro com David Cameron, em Mons.

Os dois responsáveis visitaram o quartel-general da NATO (SHAPE) e encontraram-se ainda com o comandante supremo dos Aliados no «Velho Continente», o general norte-americano Philip Breedlove.

Alemanha bloqueia venda de projeto militar à Rússia

Também nesta segunda-feira se ficou a saber que o governo alemão bloqueou um importante projeto militar do grupo de defesa Rheinmetall na Federação Russa, segundo anunciou o Ministério da Economia da Alemanha.

O governo chefiado pela chanceler Angela Merkel espera, a este propósito, que os europeus interditem retroativamente os fornecimentos de armas a Moscovo.

O ministro da Economia, Sigmar Gabriel, confirmou hoje à imprensa que tinha retirado a sua autorização a este projeto de campo de treino, totalmente equipado, destinado a formar dezenas de milhares de soldados russos, que o diário Suddeutsche Zeitung tinha revelado em primeira mão.