A chanceler Angela Merkel encorajou, este sábado, os habitantes do continente africano a aprenderem alemão para poderem estudar na maior economia da Europa. «Convido toda a gente em África a aprender alemão e a participar 'na aventura' que representam os estudos na Alemanha», declarou Merkel numa mensagem semanal.

De acordo com a Lusa, a chanceler também apelou à Alemanha para repensar África e libertar-se de uma visão demasiado virada para as necessidades de ajuda de determinados países do continente.

«Numerosos países africanos têm sucesso», sublinhou, insistindo nas possibilidades de trocas económicas oferecidas por aquela região do mundo. «Determinados países africanos têm matérias-primas. Nós queremos que também lucrem. A Alemanha pode ser um intermediário honesto», afirmou.

A chanceler, que na segunda-feira recebe em Berlim o Presidente senegalês, Macky Sall, defendeu que o Senegal tem um papel muito importante na África Ocidental no seio nomeadamente da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

«O Senegal é para nós uma âncora de estabilidade muito importante», indicou Merkel, adiantando que vai debater a cooperação entre os dois países na segunda-feira com Sall.

Angela Merkel vai participar na quarta Cimeira União Europeia - África, que decorre na quarta e na quinta-feira em Bruxelas.