Um incêndio num lar de idosos na Coreia do Sul na terça-feira fez 21 mortos. A maioria dos idosos, entre os 70 e os 80 anos, com dificuldades de locomoção, não facilitou a operação de evacuação do espaço.

As causas do incêndio ainda estão por explicar, mas a polícia abriu um inquérito e está a analisar os vídeos das câmaras de segurança para saber se houve mão criminosa.

O incêndio deflagrou pouco depois da meia-noite num dos anexos do lar, perto do dormitório dos utentes mais debilitados. No edifício de dois andares, onde dormiam muitos dos doentes com Alzheimer, não conseguiram escapar. Muitos acabaram por morrer por asfixia, como relata a reportagem da CNN.

Ao todo, morreram 20 utentes e uma enfermeira. Mais uma tragédia para os sul-coreanos chorarem, depois da morte de 300 pessoas num acidente com um ferry.