O Conselho de Segurança da ONU adotou hoje uma declaração por unanimidade apelando a um «cessar-fogo humanitário imediato e incondicional» em Gaza.

Numa declaração aprovada por todos os membros, o Conselho de Segurança apelou às partes envolvidas no conflito para «aplicarem totalmente» o cessar-fogo durante a festa que assinala o fim do Ramadão e a estendê-lo além do período de celebrações.

Os 15 países apelaram igualmente ao «respeito pleno do direito humanitário internacional e sobretudo no que respeita à proteção dos civis», assim como ao «esforço de implementar um cessar-fogo duradouro e totalmente respeitado, baseado na iniciativa de mediação egípcia».

O Conselho de Segurança da ONU reuniu de emergência na noite de domingo sobre a situação em Gaza, disseram diplomatas.

A sessão teve início à meia-noite (05:00 em Lisboa), segundo a agência AFP.