O gabinete do presidente francês vai enviar 400 militares para a República Centro-Africana, com o agravar da situação política e humanitária naquele país africano segundo fonte que a Reuters cita.

Na República Centro-Africana estão já 1600 soldados

A República Centro Africana está «à beira do genocídio», já tinha avisado a França em novembro de 2013.

No início deste ano, os ministros da União Europeia aprovaram missão militar na República Centro-Africana.

François Hollande já tinha enviado tropas para o Mali, face ao agravar da guerra civil.