Uma campanha da Amnistia Internacional está literalmente a circular pelos comboios. Fotos de rostos bem conhecidos, mas com uma diferença: estão todos feridos e a sangrar.

A imagem de Iggy Pop vem acompanhada da frase: «Torturamas um homem e ele diz-te tudo o que queres».

O responsável pela secção franco-alemã da Amnistia Internacional explica que «ninguém imagina Iggy Pop a dizer que Justin Bieber é o futuro do rock and rol», mas estas são coisas que uma pessoa torturada é capaz de admitir.

Já Karl Lagerfeld, o estilista de alta costura, admite «sob tortura» que o «ideal da moda é uma t-shirt havaiana».

Por seu turno, o líder religioso, Dalai Lama, com sangue nos óculos, surge acompanhado da frase: «Um homem que aos 50 anos não tem um relógio Rolex falhou a sua vida».

Philippe Hensmans admite que a campanha é provocatória, mas, certo é que está a gerar efeitos, gerando milhares de «gostos» no Facebook em pouco tempo, como acrescenta o «The Guardian».