A polícia britânica acusou uma mulher de 38 anos, Joanne Mjadzelics, de estar em contacto com imagens indecentes. Joanne Mjadzelics é ex-namorada do vocalista da banda britânica Lostprophets, Ian Watkins, condenado a 35 anos de prisão por tentativa de violação de um bebé e múltiplas agressões sexuais a menores.

De acordo com a BBC News, Mjadzelics é acusada de quatro crimes de posse de uma imagem indecente, dois de distribuir uma imagem indecente e um de incentivar outros a distribuir uma imagem indecente.

A polícia de Gales do Sul confirma que Joanne Mjadzelics é acusada no âmbito de uma investigação a alegações de abuso infantil, a Operação Globo.

A suspeita pagou fiança e fica a aguardar em liberdade a audiência no tribunal de Cardiff, marcada para 21 de março.

«Como parte de uma investigação policial mais ampla, a polícia de Gales do Sul pediu ao Ministério Público que analisasse evidências relativas a alegadas infrações cometidas por Joanne Mjadzelics», refere a procuradora Suzanne Thomas.

«Eu revi as provas em conformidade com o código para os procuradores da Coroa e conclui que há provas suficientes e que é de interesse público imputar a Joanne Mjadzelics quatro acusações de posse de uma imagem indecente, duas acusações de distribuir uma imagem indecente e uma acusação de incentivar outro a distribuir uma imagem indecente», acrescentou a procuradora.