O frio polar que se abate sobre os Estados Unidos nos últimos dias já soma nove mortos. Uma vaga de frio recorde deixa metade do país em alerta para o frio e neve, com as temperaturas a caírem 14 a 20 graus celsius em relação ao normal para a época.

Chicago com menos 17 graus, Detroit desceu até aos 18 negativos, Washington com menos sete ou Boston com menos nove. O Central Park de Nova Iorque, vestido de branco, com menos 16 graus.

Mas, as temperaturas baixas não são o único recorde batido nos Estados Unidos. A massa de ar fresco vinda do Ártico também elevou os índices de consumo da eletricidade, como noticia a Reuters. Mas, o gelo já obrigou ao fecho de algumas centrais elétricas.

Por estes dias, uma grande preocupação das autoridades prende-se com os sem-abrigo, o que tem levado a um aumento dos locais onde estas pessoas podem proteger-se do frio ímpar. As temperaturas muitos graus abaixo de zero já fizeram nove vítimas, pelo menos, no leste. Ao todo, o número cifra-se em quase duas dezenas no país. A maioria morreu na sequência de acidentes de trânisito, como refere a CNN.

Estradas cortadas, comboios parados, voos cancelados ou escolas encerradas. Têm sido assim os últimos dias em grande parte do país, mas, há boas notícias: a massa de frio polar está a dirigir-se para o Canadá, como avança a CNN esta quarta-feira.