Um novo tipo de gripe aviária foi detetado pela primeira vez em pinguins na Antártida, embora o vírus pareça não estar a afetar os animais, revelaram os investigadores.

O vírus é diferente de qualquer outro conhecido pela ciência, refere um artigo no mBio, um jornal da Sociedade Americana de Microbiologia.

«Isto levanta uma série de perguntas para as quais não há respostas», disse Aeron Hurt, responsável do estudo e cientista sénior do Centro de Pesquisa da Gripe em Melbourne, na Austrália, que colabora com a Organização Mundial de Saúde, como cita a Lusa.