A linha Victoria do metro de Londres encontra-se suspensa após uma equipa de engenharia ter inundado uma sala de controlo de sinalização com cimento rápido, durante a tarde de quarta-feira.

As fotos que denunciaram o caso aparecem no site Us Vs Th3m e mostram uma sala de sinalização coberta de cimento, bem como os painéis de controlo submersos.

Segundo a Transport for London (TFL) os empreiteiros estavam a trabalhar na nova estação numa área ao lado da sala de controlo de sinalização da linha Victoria. Esse trabalho envolvia água e cimento que verteu para a sala, resultando na rotura.

Centenas de comboios sofreram atrasos, o que causou o caos na viagem de milhares de passageiros em hora de ponta.

A TLF informou que não haverá metro entre as linhas Warren Street e Brixton devido aos danos causados pelas inundações em Victoria . O resto da linha está também a sofrer muitos atrasos, devido a este incidente.

A empresa disse ainda que não é provável que os serviços voltem ao normal ainda hoje, aconselhando as pessoas a usarem alternativas.

Um porta-voz da TLF pediu desculpa aos utilizadores do metro pelos atrasos. Nigel Holness esclareceu que os «engenheiros estão a trabalhar para resolver a situação o mais rapidamente possível para que os serviços voltem a funcionar, mas espera-se que a linha seja afectada o resto do dia, enquanto as reparações estão a ser feitas».