Deitar as crianças todas as noites à mesma hora pode ajudar a impulsionar o funcionamento cerebral dos mais pequenos. Uma pesquisa efetuada com mais de 10 mil crianças revelou que a irregularidade na hora de deitar afeta o desenvolvimento cognitivo dos mais novos.

Os autores de um estudo, citado pela Sky News, analisaram a habilidade das crianças para realizarem determinadas tarefas, ao testarem a leitura, matemática e perceção do espaço. Os investigadores constataram que as crianças de três anos que iam para a cama num horário que variava durante a semana tiveram um desempenho inferior às que se deitavam todos os dias à mesma hora. O mesmo efeito foi visto em meninas de sete anos, embora os meninos não tenham sido afetados.

«O sono desempenha um papel crucial e complexo na manutenção da saúde e da função ótima», escrevem os autores no Journal of Epidemiology and Community Health.

«Horários de dormir inconsistentes podem ter impacto sobre os marcadores cognitivos de duas maneiras, via interrupções dos ritmos circadianos (alterações físicas, mentais e de comportamento) e/ou privação de sono e efeitos associados na plasticidade do cérebro (a capacidade do cérebro de mudar durante a vida)», acrescentam os mesmos autores do estudo.