Centenas de imigrantes ilegais entraram esta terça-feira em Melilla, Espanha, depois de uma avalancha humana ter tomado de assalto a fronteira, numa das maiores ações do género dos últimos anos.

Os imigrantes entraram em território espanhol pouco depois das 08:00 locais (07:00 em Lisboa), e dirigiram-se depois para o Centro de Internamento Temporário de Estrangeiros (CETI, na sua sigla espanhola).

Testemunhas referem que os imigrantes chegaram ao CETI com mostras de júbilo, cânticos e entre abraços. Alguns apresentavam ferimentos ligeiros.

Já no passado dia 28 de fevereiro mais de 200 imigrantes ilegais entraram na cidade numa ação idêntica, até então o maior grupo a chegar à cidade espanhola desde 2005, segundo as autoridades locais.

As autoridades espanholas estimam que possam estar em Marrocos, à espera de poder entrar em Melilla e Ceuta, mais de 80 mil imigrantes.