Cerca de 400 afegãos candidatos a asilo na Bélgica estão a ocupar uma igreja de Bruxelas em protesto por não ter sido concedida uma moratória às expulsões para o Afeganistão.

O grupo vai continuar «com a ocupação da igreja de Béguinage em Bruxelas por não ter conseguido uma moratória às deportações», disse um porta-voz dos afegãos, Samir, ao diário «Le Soir», como cita a Lusa.

Representantes do grupo reuniram-se na terça-feira com o primeiro-ministro socialista Elio Di Rupo e com a secretária de Estado para o Asilo e Migrações, Maggie De Block, tendo sido marcada uma nova reunião para 30 de janeiro.

Os afegãos iniciaram no dia 20 uma marcha em direção a Bruxelas precisamente para falar com o primeiro-ministro belga.