O casamento homossexual está perto de ser uma realidade em Inglaterra e no País de Gales. A lei que permite o casamento gay passou no Parlamento. Só falta o consentimento da rainha para que no próximo verão a união entre duas mulheres e dois homens se torne real, noticia a BBC.

A aprovação da Câmara dos Comuns surgiu na terça-feira, um dia depois do aval dado pela Câmara dos Lords. A ministra da Igualdade do governo conservador de David Cameron, reconheceu que esta aprovação se traduz numa necessidade de «igualdade e respeito». Maria Miller defendeu que as pessoas devem ser livres de casar «independentemente da sua orientação sexual ou género».

O Reino Unido segue as pisadas da França, que realizou os primeiros casamentos gays na primavera. Ao todo, já são 15 os países do mundo que permitem o casamento de pessoas do mesmo sexo. Nos Estados Unidos e no México, esta união só é possível em alguns estados.



Portugal entrou para essa lista em 2010. Em Maio passado aprovou a coadoção por casais do mesmo sexo. Foi a segunda vez que a proposta foi apresentada e desta vez passou. As organizações de defesa dos direitos LGBT congratularam-se com a decisão do Parlamento português e veem a adoção como o próximo passo.