As forças israelitas bombardearam, este sábado, vários edifícios na Faixa de Gaza, matando pelo menos uma dezenas de civis palestinianos, na maioria mulheres e crianças, e destruindo um dos prédios mais altos do território palestiniano.

Numa altura em que o Egito voltou a apelar às partes para que regressem às conversações, depois de uma primeira tentativa falhada, na terça-feira, Israel anunciou ter levado a cabo 55 ataques aéreos contra Gaza, ao mesmo tempo que contabilizou 64 mísseis e morteiros lançados contra si a partir do território palestiniano, e disse ter intercetado outros 14, um dos quais sobre Telavive.

Entre os edifícios bombardeados este sábado por Israel, está um dos mais altos e luxuosos complexos residenciais da Faixa de Gaza, com mais de dez andares.