Bebés brasileiros recém-nascidos estão a ser vendidos ou doados ilegalmente em páginas criadas na rede social Facebook, segundo uma investigação da polícia do estado de Pernambuco, no nordeste do país.

O esquema de adoções ilegais foi divulgado hoje pelo «Diário de Peranambuco», e o caso está já na mira do Ministério Público e da justiça brasileira.

Algumas mães, refere a reportagem, não indicam explicitamente que os bebés estão à venda mas referem apenas dizem que possuem filhos que não podem cuidar. Após algumas mensagens privadas, as progenitoras iniciam uma negociação, podendo ir o valor de cada bebé até aos 10 mil reais (3.300 euros).