Um homem alcoolizado conseguiu passar por vários controlos de segurança, entrar no avião utilizado por Angela Merkel em viagens oficiais e, quase nu, fazer uma festa durante várias horas. O incidente agora revelado pelo jornal alemão «Der Spiegel» aconteceu em Julho, no aeroporto de Colónia.

O homem, com 24 anos e identificado como Volkan T, é um culturista de origem turca e a polícia não tinha qualquer registo seu.

Volkan passou por vários controlos de segurança, alegando que era convidado de um casamento. Depois, saltou uma vedação com arape farpado, atravessou a pista de aterragem e trepou para uma das asas do aparelho. Em seguida, arrombou uma porta de emergência e entrou no avião. Despiu-se e ficou em cuecas. Cantou e dançou.

A sua presença só foi notada quando fez soar um alarme, ao brincar com os botões do cokpit e a tentar descolar o aparelho, um Airbus 319CJ, com os depósitos de combustíveis cheios. Terá ainda despejado um extintor na cabine dos passageiros

As autoridades demoraram quatro horas a tentar retirá-lo do avião. Volkan barricou-se na cabine dos pilotos e não facilitou a vida à polícia. Após a sua detenção, foi levado para uma instituição psiquiátrica.

Dentro do avião, as forças de segurança encontraram os documentos do invasor e um saco com drogas (marijuana e ecstasy). A «brincadeira» causou danos no aparelho no valor de 100 mil euros e deixou as autoridades alemãs «envergonhadas» com a falta de segurança. As críticas à segurança da Merkel, que anda em campanha para as eleições de 29 de Setembro, têm sido muitas. O avião está situado no setor militar do aeroporto de Colónia, na Alemanha.