Um avião da Jetairfly, procedente da Bélgica, com 274 passageiros a bordo, aterrou de emergência, na terça-feira, na República Dominicana, após um alerta devido a uma suposta ameaça de bomba, noticia a agência Efe, citando fontes próximas das forças de segurança.

A Direção Nacional de Investigação (DNI) deu seguimento a uma chamada telefónica para a torre de controlo do terminal alertando para a alegada colocação de uma bomba no avião que aterrou no aeroporto Internacional das Américas de Santo Domingo, quando o seu destino era Punta Cana, também na República Dominicana.

Tropas de elite das Forças Armadas e de outros organismos de segurança tomaram o controlo do Aeroporto Internacional das Américas e evacuaram a aeronave, retirando os passageiros e inspecionando-a de seguida com a ajuda de cães treinados para detetar explosivos.

As partidas do aeroporto foram suspensas, enquanto as aterragens foram desviadas para outro aeroporto no leste do país.

Depois da inspeção ao avião, os especialistas determinaram ter-se tratado de um falso alarme, cujos autores terão de responder perante a justiça.

Duas pessoas foram entretanto detidas.