O acrobata francês Denis Josselin atravessou o rio Sena, em Paris, no domingo, suspenso num longo cabo de 150 metros e sem rede.

Uma atitude de cortar a respiração para as centenas de parisienses e turistas que passavam pela ponte de Austerlitz.

Como se não bastasse, o acrobata levava a visibilidade reduzida. Um suspense que durou meia hora e a 25 metros de altura. Nem mesmo para quem faz isto há 28 anos, a proeza foi coisa pouca. E Denis Josselin promete não se ficar por aqui, tendo já na cabeça o projeto de atravessar um cabo suspenso a 70 metros de altura, como revela a Associated Press.

Até lá, ficam as emoções deste dia: «Consegue imaginar o receio que é cair quando se está a uma altura daquelas, então também consegue pensar no poder que isto nos dá, na energia positiva. Uma coisa é certa, tenho que ter pensamentos positivos e nunca pensar que vou cair, pois, de outro modo, fico bloqueado e posso facilmente ter um acidente».

Apesar da confiança de Denis Josselin, havia vários barcos em redor da ponte para o caso do acrobata se desequilibrar.

Há dez anos também que não se via tal espetáculo nas pontes do Sena.