Um estudo canadiano revelou que o número de pessoas com mais de 100 anos cresceu mais de 70% nos últimos 15 anos.

Investigadores do Instituto para Ciências Evolutivas Clinicas analisou dados de cerca de 1.8 milhões de pessoas com 65 anos ou mais e descobriu que o número de centenários em Ontário cresceu de 1,069 em 1995 e 1,842 em 2010. O crescimento de mulheres centenárias foi de 85%.

«O nosso estudo revela que os idosos estão a viver mais e as mulheres representam uma proporção significativa dos centenários», afirmou a autora do estudo em comunicado citado pelo Huffington Post, acrescentando que «a predominância das mulheres com idade avançada desafia-nos a considerar a saúde e a assistência social para atender às suas necessidades específicas».

Os investigadores também analisaram os serviços de saúde prestados aos idosos, bem como as suas condições de vida. Mais de 95% dos indivíduos consultou um médico no ano anterior ao estudo e muitos receberam prescrições para medicamentos preventivos.

A expectativa global de vida cresceu de 64 anos em 1990 para 70 anos em 2010, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Enquanto se espera que as mulheres vivam mais quatro anos que os homens no momento do nascimento, os resultados dependem dos cuidados de saúde. Os especialistas acreditam que as mulheres reagem melhor a problemas cardiovasculares, ataques cardíacos e derrames, em comparação com os homens.

Rochon espera que os resultados deste estudo ajudem a melhorar as estratégias de saúde para o envelhecimento da população.

«Precisamos de uma maior compreensão de quem os centenários são, como e quando usar o sistema de saúde, para melhorar a sua prestação de serviços de saúde», afirmou Rochon.