2013 foi o ano mais quente na Austrália desde 1910, ano em que começou a ser efetuado o registo das temperaturas no país oceânico, indicam dados oficiais hoje divulgados.

De acordo com o Relatório Anual do Clima do Gabinete de Meteorologia da Austrália, a temperatura média no país fixou-se, durante o ano que volveu, 1,20 graus Celsius acima da média de 21,8 graus estimada no período entre os anos 1961 e 1990.

O dia mais quente de 2013 foi 7 de janeiro, mês em que se registaram também as temperaturas mais elevadas do ano.

Entre 2 e 8 de janeiro foi batido outro recorde relativo ao número de dias consecutivos com temperaturas superiores a 39 graus, duplicando o anterior registo de 1973.

A temperatura mais elevada do ano foi registada no dia 12 de janeiro, na localidade de Moomba, no sul da Austrália, com o termómetro a alcançar os 49,6 graus.

As temperaturas na Austrália têm aumentado um grau desde 1950, numa tendência que coincide com as alterações climáticas no planeta.