O vice-presidente da Conferência Consultiva Política da província central chinesa de Shaanxi, Zhu Zuoli, está a ser investigado pelo órgão anticorrupção do Partido Comunista, revelou a agência Xinhua.

Num breve comunicado da Comissão Central de Inspeção e Disciplina, Zhu Zuoli, 59 anos, ocupava o cargo desde janeiro e está a ser investigado por «graves violações disciplinares», a norma utilizada para referir investigações por corrupção no seio do poder chinês.

Zhu Zuoli é o 20.º elemento da liderança chinesa objeto de investigações na luta contra a corrupção no país desde a mudança de líderes em novembro de 2012, quando o novo secretário-geral do partido e atual Presidente da China, Ji Jinping, prometeu uma luta sem tréguas à corrupção no país.

China «respeita sistema social e estilo de vida de Taiwan»

O Presidente chinês, Xi Jinping, disse que a China «respeita o sistema social e estilo de vida de Taiwan» e «está disposta a partilhar as oportunidades de desenvolvimento do continente com os compatriotas» da ilha.

«Compreendemos plenamente o que os compatriotas de Taiwan sentem», disse Xi Jinping num encontro com o antigo vice-Presidente de Taiwan e presidente honorário do Partido Nacionalista (Koumintang), Lian Chan, na terça-feira, em Pequim.

«A afetividade familiar ajudará a sarar feridas passadas e a sinceridade ajudará a resolver os problemas existentes. Pertencemos à mesma nação, e isso não mudou nem nunca mudará», acrescentou.