As chuvas torrenciais que nos últimos dias atingiram a Nicarágua provocaram 22 mortos e mais de 32 mil desalojados, de acordo com dados oficiais hoje divulgados.

Nove das 22 vítimas morreram quando um muro de contenção desabou e derrubou quatro barracas perto da capital, Manágua, de acordo com a porta-voz do Governo, Rosario Murillo.

Mais de 4.500 casas ficaram danificadas ou destruídas ou foram ainda evacuadas devido ao risco de inundações.