Chuvas torrenciais causaram cheias de volumes recorde em zonas do sul dos Estados Unidos e já provocaram sete mortos, segundo avança o Serviço Nacional de Meteorologia, à Reuters.

As inundações no sul do Luisiana e Mississípi obrigaram ao encerramento de estradas, isolando pelo menos uma cidade.

O governador do Luisiana, John Bel Edwards, declarou estado de emergência, e disse estar a assistir a cheias “sem precedentes”.

Temos níveis recorde de inundação junto aos rios e ribeiros", disse Edwards à imprensa, segundo a CNN, instando os residentes a deixarem as suas casas.

De acordo com as autoridades, 11 mil pessoas pediram ajuda para sair das zonas mais afetadas e 20.000 foram resgatadas pelos serviços de emergência e transportadas para zonas mais altas em barcos e aviões. 

Um homem de 68 anos na cidade de Zachary, perto da capital Baton Rouge, afogou-se quando tentava escapar, segundo a estação televisiva WAFB. "Estávamos a sair e ele escorregou e caiu. Ficou debaixo de água. Tentámos salvá-lo mas não conseguimos", disse à estação de televisão o amigo Vernon Drummond.

O corpo de uma mulher de 30 anos foi também encontrado, no sábado à tarde, em St. Helena Parish. Estava a viajar com o marido e a mãe quando o veículo foi apanhado pelas cheias.

No mesmo local, um homem de 54 anos morreu, na sexta-feira, quando o veículo que conduzia ficou submerso, na sequência do abatimento parcial de uma autoestrada.

A zona registou cerca de 60 centímetros de chuva, segundo disse à AFP o meteorologista do Serviço Nacional de Meteorologia, David Roth.

Estas são algumas das imagens das inundações partilhadas nas redes sociais:

Volume dos rios atinge novo recorde 

Os rios de Luisiana atingiram níveis recorde em várias localidades, com o rio Amite a chegar aos 14 metros na cidade de Deham Springs, 1.5 metros mais alto do que o recorde de 1983.

O surgimento de cheias no estado do Texas está, agora, no centro das preocupações do Serviço Nacional de Meteorologia.

A chuva pode também provocar estragos avultados em outros estados do oeste central dos Estados Unidos, como Missouri, Illinois, Indiana e Michigan.