A aspirante à presidência norte-americana Hillary Clinton foi interrompida, esta sexta-feira, por manifestantes do grupo “Black Lives Matter” (“As Vidas Negras Importam”) quando falava sobre o sistema de justiça criminal numa universidade em Atlanta.

Clinton proferia um discurso numa universidade historicamente negra da cidade de mais povoada de Georgia, no sul dos Estados Unidos, quando um grupo de manifestantes a interrompeu gritando “as vidas negras importam”, um ‘slogan’ criado para protestar contra a violência policial sobre os afroamericanos.

“Sim, [as vidas dos negros] importam, vou falar sobre isso num minuto”, respondeu a ex-secretária de Estado dirigindo-se aos manifestantes.