O Reino Unido vai acolher um número não especificado de crianças migrantes que foram separadas dos seus pais devido aos conflitos na Síria e outros países, anunciou hoje o Governo.

As autoridades britânicas vão trabalhar com a agência das Nações Unidas para os refugiados (ACNUR) para identificar jovens elegíveis a residir no Reino Unido, anunciou o Ministério do Interior.

O primeiro-ministro David Cameron anunciou em setembro que 20 mil refugiados de campos nas fronteiras da Síria seriam acolhidos até 2020. Mais de mil, metade deles crianças, chegaram até agora.