Inglaterra e Escócia continuarão a «cooperar» no caso desta região alcançar a independência, disse este domingo o líder do governo escocês Alex Salmond e dirigente do partido nacionalista (SNP), no encerramento do congresso anual do partido.

Em declarações à BBC, citadas pela agência EFE, Salmond afirmou que «não se pode mudar a geografia por se alterar o local onde recai o poder» e sublinhou que Inglaterra e Escócia «continuarão a ser vizinhos próximos, grandes amigos, com a rainha (Isabel II) como chefe de Estado», mesmo se a nação escocesa se conseguir tornar independente.

«Vamos cooperar juntos em todo o tipo de assuntos, incluindo, como espero e acredito, como membros da União Europeia (EU)», defendeu.