Depois do céu alaranjado em Londres, devido às poeiras e cinzas dos incêndios em Portugal e Galiza levadas pelos ventos, o furacão Ophelia inundou várias localidades da costa leste de Inglaterra com espuma do Mar da Irlanda. O fenómeno foi registado em cidades costeiras como St. Bees, Clevelys e reportado por meios de comunicação e utilizadores de redes sociais como o Twitter.

Além dos serviços meteorológicos da BBC e das páginas online de jornais como o The Independent, utilizadores das redes sociais têm partilhado fotos do mar e imensa espuma que o mar leva para terra, devido aos ventos fortes causados pelo Ophelia, que fustigaram sobretudo a Irlanda, causando a morte a três pessoas.

Depois de ter subido para a intensidade 3, numa escala de 5, durante o passado fim de semana quando passou ao largo dos Açores, o furacão Ophelia continuou para norte. Meteorologistas britânicos consideram que é o mais poderoso a atingir sobretudo a costa irlandesa desde o Frances, em 1980.

Fruto dos ventos e das poeiras levadas desde o norte de África, um outro fenómeno tem surgido aos olhos dos ingleses: um sol alaranjado em várias zonas do país. E inclusive, a avaliar pelas publicações no canal Twitter, também em Amesterdão, na Holanda.