Um avião privado despenhou-se num armazém de carros para leilão no Aeroporto de Blackbushe, em Inglaterra. De acordo com o "The Guardian", quatro pessoas morreram no acidente.

Segundo a mesma fonte, as vítimas mortais foram o piloto e os três passageiros que seguiam a bordo da aeronave. Nenhuma pessoa que estava no armazém morreu.

A inspetora-chefe da polícia local, Olga Venner, afirmou que “havia quatro pessoas a bordo, incluindo o piloto”, indicando que “infelizmente, não houve sobreviventes” mas que “em terra ninguém ficou ferido”.

Entretanto, numa mensagem publicada na rede social Twitter, a embaixada da Arábia Saudita apresentou as suas "condolências aos filhos de Mohammed Bin Laden e aos seus familiares na sequência do grave acidente do avião que transportava membros da família".

A identidade das vítimas não é conhecida. 

A queda do avião provocou um incêndio no aeroporto, como mostram as imagens partilhadas nas redes sociais.