Uma erupção vulcânica na ilha indonésia de Java causou a morte de pelo menos duas pessoas e levou à retirada massiva da população, interrompendo as ligações de longo curso e fechando aeroportos internacionais.

O Mount Kelud, considerado um dos vulcões mais perigosos na principal ilha de Java, expeliu cinzas e rochas em brasa na quinta-feira à noite, poucas horas depois de ter sido lançado o estado de alerta.

Imagens das televisões da Indonésia mostram cinzas e rochas a cair nas aldeias e correspondentes da AFP no local constataram a fuga em carros e motos de moradores aterrorizados que se deslocavam para os centros de abrigo.