O número de vítimas mortais da queda de um avião da força aérea da Indonésia, que se despenhou na terça-feira, numa zona residencial na cidade de Medan, na ilha de Samatra, subiu para 141, informou a polícia esta quarta-feira.

“Recuperámos 141 corpos”, disse Agustinus Tarigan, um porta-voz da polícia à agência AFP.

O avião militar, um Hercules C-130, despenhou-se pouco após a descolagem.

O local do acidente fica a cerca de cinco quilómetros da base. Este poderá ser o acidente mais mortal da história da Força Aérea Indonésia que conta, infelizmente, com um longo historial de acidentes. 

À CNN, o porta-voz do exército indonésio, o Major General Fuad Basya, disse que o avião foi inspecionado na base da Força Aérea em Soewondo antes de levantar voo, tendo sido autorizada a sua descolagem.  

Algumas testemunhas garantem que o avião terá explodido segundos antes de se despenhar. 

Inicialmente, foi avançado que apenas seguia a bordo uma tripulação com 12 elementos.