Uma mulher retirou um recém-nascido abandonado de um esgoto, com o cordão umbilical enrolado à volta do pescoço, na Índia.

Geeta, de 45 anos, ouviu um choro que se assemelhava ao miar de um gato bebé. Foi então que espreitou para dentro do cano do esgoto e percebeu que era um recém-nascido. O insólito aconteceu em Valasaravakkam, no distrito de Chennai.

A mulher deitou-se no chão, colocou o braço dentro do cano e puxou o bebé pelos pés até conseguir retirá-lo.

Reagi de imediato, foi espontâneo”, contou Geeta à imprensa local The News Minute.

Depois de conseguir retirar o menino do esgoto, Geeta desenrolou o cordão umbilical que estava à volta do pescoço da criança e, de seguida, com um balde de água ao lado, utilizou a mão direita para lavar o corpo do recém-nascido com pequenas quantidades de água enquanto o segurava com a mão esquerda.

Dá a entender que a pessoa que abandonou o menino, empurrou-o para dentro do cano de modo a ficar escondido”, acrescenta a mulher.

O recém-nascido foi transportado para o hospital local, onde os médicos perceberam que estava com problemas de respiração e, por isso, esteve numa incubadora para recuperar.

Sughandhiram, foi este o nome dado ao menino, que significa liberdade.

Chamei-o de Sugandhiram porque encontrei-o no Dia da Independência [da Índia]. A partir de hoje, ele é Sugandhiram”, explica Geeta.

A mulher acrescentou ainda que "foi doloroso ver uma criança abandonada assim. Acho que não havia qualquer sentimento pela criança, porque o cordão umbilical estava amarrado à volta do pescoço, o que iria matá-lo lentamente".