Um incêndio deflagrou esta quinta-feira num edifício onde funcionava um ginásio, na cidade sul-coreana de Jecheon, causando, pelo menos, 29 vítimas mortais e um número ainda não determinado de feridos.

O fogo terá começado na cave do edifício de oito andares. De acordo com a imprensa internacional, a maioria das vítimas mortais estava numa sauna, que funcionava no segundo andar.

Funcionários do ginásio admitiram mesmo que o número de mortos pode aumentar, à medida que os bombeiros continuam as suas buscas.

O fogo produziu tanto fumo tóxico de uma forma tão repentina, que impediu muitas pessoas de fugir do local", contou à imprensa um porta-voz dos bombeiros locais.

As forças de socorro conseguiram resgatar cerca de 20 pessoas que se refugiaram no terraço do prédio.

Vários dos sobreviventes foram entretanto hospitalizados, segundo comunicaram as autoridades da cidade norte-coreana.

Cerca de 60 bombeiros estiveram no local a combater as chamas no edifício, onde funcionavam um centro de fitness, restaurantes e uma sauna pública.