Mais de uma centena de bombeiros combatiam, esta quarta-feira de manhã, um incêndio que deflagrou num palacete do século XVII no centro de Paris que é propriedade da família do emir do Qatar e se encontrava em obras.

O fogo no palacete conhecido como Hotel Lambert, obra do arquiteto de Versalhes Louis Le Vau, no extremo norte da ilha Saint Louis da capital francesa, deflagrou cerca da 01:00 (00:00 em Lisboa) e sete horas depois ainda era visível uma espessa coluna de fumo.

Os bombeiros procuravam controlar as chamas que começaram no telhado, havendo o risco de se alastrarem para edifícios próximos, tendo, por isso, sido evacuadas algumas casas na zona, segundo a agência Efe que cita uma fonte dos bombeiros.