Iñaki Urdangarín foi ouvido nesta terça-feira no tribunal de Barcelona como testemunha no âmbito de um processo por violação de correspondência privada.

O genro do Rei de Espanha apresentou queixa contra o ex-sócio Diego Torres e oito órgãos de comunicação social que divulgaram o conteúdo de vários dos e-mails do marido da infanta Cristina.

A audiência à porta fechada deverá validar ou não a providência cautelar que Iñaki interpôs a Torres: os dois são arguidos num caso de corrupção e fraude fiscal relacionado com a fundação Nóos gerida por ambos.