Um jovem tibetano morreu depois de se ter imolado pelo fogo no noroeste da China, informou a imprensa estrangeira e o grupo ativista sedeado na Inglaterra Free Tibet.

O estudante Lhamo Tashi morreu na quarta-feira, mas a notícia só foi divulgada no fim de semana, de acordo com a agência AFP.

O jovem morreu depois de se ter imolado pelo fogo em frente a uma esquadra de polícia em Hezuo, área onde vivem muitos tibetanos na província de Gansu, informou o Free Tibet, citando testemunhas locais.