As autoridades continuam a resgatar corpos de vítimas do naufrágio ao largo de Lampedusa. Ao todo, já foram retirados do mar 232 corpos, mas a tragédia pode ser muito maior, já que a bordo seguiam pelo menos 500 imigrantes ilegais africanos que pretendiam chegar a Itália.

Quem sobreviveu descreve um verdadeiro cenário de horror. «Durante cinco horas, mantivemo-nos a boiar, usando os corpos dos nossos companheiros», descreve um imigrante, ouvido pela CNN.

«Havia muitas crianças. Vi uma mulher e os seus quatro filhos e outra mulher com um filho perderem-se no mal. Sinto-me aterrorizado e numa condição terrível», acrescenta o homem.

As autoridades conseguiram resgatar com vida 155 pessoas, que foram reencaminhadas para centros de detenção de imigrantes ilegais, que estão a abarrotar. Um dos edifícios, construído para albergar 250 pessoas tem mais de 1200. Quase diariamente chegam a Lampedusa imigrantes ilegais vindos de África.