A polícia local de Fuenlabrada, em Espanha, descobriu um hotel clandestino atrás de um armário de um restaurante chinês. A descoberta foi feita durante uma inspecção de rotina da polícia em colaboração com inspectores sanitários.

As autoridades espanholas detectaram também várias irregularidades no restaurante, a maioria delas relacionadas com uma má conservação, armazenamento e manuseamento dos alimentos. O restaurante também não tinha licença municipal para estar a funcionar.

No referido hotel clandestino dormia um número indeterminado de imigrantes ilegais chineses, o que foi de imediato comunicado ao Serviço de Estraneiros e Fronteiras espanhol.

O restaurante foi encerrado.