Pelo menos 300 imigrantes clandestinos terão morrido nos últimos dias, ao tentar chegara Itália, vindos da Líbia, estima a agência das Nações Unidas para os refugiados, citada pela Reuters. Os imigrantes tentavam atravessar o oceano em três barcos insufláveis.
 
As Nações Unidas chegaram a estes números depois de falar com sobreviventes retirados da água pela Guarda Costeira italiana. De acordo com informações de Barbara Molinario, porta-voz da ONU, à Reuters, três barcos com cerca de 100 pessoas cada estão desaparecidos.
 
Os três barcos partiram da líbia em conjunto com um de onde a Guarda Costeira italiana tirou 105 pessoas no último domingo, debaixo de condições marítimas muito adversas e de temperaturas muito baixas. Pelo menos 29 pessoas que viajavam nesse barco morreram de hipotermia, durante as 18 horas da viagem da Guarda Costeira, desde o ponto onde estava o barco até à costa italiana.