Um homem que tentou entrar ilegalmente em Macau, por via marítima, acabou por morrer, informou hoje a polícia, que deu também conta de uma mulher que terá conseguido entrar no território e fugir.

De acordo com a PSP, o homem, um imigrante ilegal da China com idade entre os 30 e os 40 anos, foi encontrado pelas 03:20 nas águas do Porto Interior.

As autoridades foram chamadas por um grupo de pescadores que, por sua vez, foi alertado para a situação por uma mulher, que se encontrava com este homem e que terá gritado por ajuda.

No entanto, quando as autoridades chegaram ao local, a mulher já tinha fugido, de acordo com relatos dos pescadores.

“Vinham para Macau, ilegalmente, de barco. Um homem nesse barco obrigou-os a saltar para a água e disse-lhes para nadarem até Macau”, explicou à Lusa fonte da polícia, remetendo para as explicações que a mulher terá dados aos pescadores que, por sua vez, as relataram às autoridades.

O homem estava inanimado e foi transportado para o hospital, onde acabou por morrer. A polícia procura agora pela mulher, que acredita estar em fuga em Macau.

Em fevereiro de 2015, uma embarcação com imigrantes ilegais naufragou ao largo de Macau, com 18 pessoas a bordo que iam jogar nos casinos, de acordo com os esclarecimentos dos Serviços de Alfândega na altura.