O ministro da Imigração do Canadá disse na sexta-feira, nas Filipinas, que pretende "aumentar substancialmente" o número de imigrantes, de modo a preencher as necessidades de trabalho no país.

No seu discurso num evento da Câmara de Comércio do Canadá em Manila, nas Filipinas, John McCallum apontou para "o envelhecimento da população e a eminente falta de trabalhadores”.

"Porque não aumentar o número de imigrantes que vêm para o Canadá? É o que acho e espero que seja isso que vamos fazer", afirmou, de acordo com o canal público canadiano CBC, citando uma fonte junto do governante.

O Governo Federal, liderado por Justin Trudeau, já está a aceitar entre 280 a 305 mil novos residentes permanentes, um recorde em relação ao número do anterior governo Conservador, em 2015, de acordo com o CBC.

Entre as medidas a tomar, o atual Governo pretende suavizar algumas das regras, facilitando aos estudantes internacionais que pretendam ir para o Canadá o seu estatuto de residente permanente.

País pretende ainda eliminar a Avaliação de Impacto do Mercado de Trabalho (LMIA, sigla em inglês), um documento que todos os patrões necessitam para empregar trabalhadores estrangeiros em detrimento dos canadianos.