As autoridades australianas mantiveram um grupo de vietnamitas em busca de asilo detido em alto mar durante quase um mês, antes de o devolver ao seu país de origem, informa a imprensa local.

O chefe da Operação Fronteiras Soberanas, Andrew Bottrell, disse, perante um comité do Senado, que este grupo de 46 pessoas, incluindo crianças, foi intercetado a 20 de março de 2015 e detido a 18 de abril.

O funcionário explicou que os refugiados foram submetidos a entrevistas pessoais em alto mar e investigados, o que significa que nenhum estava abrangido pelas obrigações de proteção australianas.