Um total de 139 valas comuns e 28 campos de tráfico humano foram encontrados numa zona remota do norte da Malásia, anunciou a polícia local.

"As autoridades encontraram o que suspeitam ser 139 valas. Não sabem quantos corpos estão dentro de cada uma", afirmou o chefe da polícia malaia, Khalid Abu Bakar.

Segundo Khalid, o campo maior pode ter comportado até 300 pessoas.

O primeiro-ministro da Malásia, Najib Raza, disse estar "profundamente preocupado" com a descoberta de valas comuns no norte do país que se suspeita serem de imigrantes ilegais.
 
 

I am deeply concerned with graves found on Malaysian soil purportedly connected to people smuggling. We will find those responsible.

Posted by Najib Razak on Domingo, 24 de Maio de 2015

"Estou profundamente preocupado com as valas encontradas em território malaio, supostamente relacionadas com tráfico humano. Vamos encontrar os responsáveis", afirmou através das suas contas de Facebook e Twitter.

O ministro do Interior da Malásia anunciou no domingo que as valas comuns, com centenas de corpos, foram encontradas em campos, na selva que percorre a zona junto à fronteira com a Tailândia, evidenciando a natureza letal destas redes de tráfico que causaram uma crise regional.