A ilustração original do mapa do Bosque dos 100 Acres, de Ernest Howard Shepard, estabeleceu hoje um preço recorde ao ser leiloada por 430.000 libras (486.799 euros) na Sotheby’s, em Londres.

A ilustração do Bosque dos 100 Acres, onde vive Winnie the Pooh, foi oferecida com um preço inicial entre 100.000 e 150.00 libras (113.213 e 169.813 euros) e foi vendida hoje por 430.000 libras (486.799 euros).

O esboço, que esteve durante praticamente meio século sem ser exposto, foi originalmente publicado em 1926 nas páginas iniciais da primeira edição do primeiro volume das Aventuras do Winnie the Pooh.

O desenho detalhado tem várias descrições infantis mal escritas de diversos locais, que podem ser encontrados no decorrer da história, como por exemplo “Nice for picnicks” (“Agradável para piqueniques”) e “100 Aker Wood” (“Bosque dos 100 Acres”).

O especialista e diretor do departamento de livros e manuscritos da Sotheby’s, Philip W. Errington, afirmou suspeitar “não existir uma única criança que não reconheceria de forma imediata esta representação preciosa do Bosque dos 100 Acres”, visto que é o primeiro desenho que se encontra no livro, representando, assim, o guia visual daquilo a que chamou “o universo do Winnie the Pooh”.

As ilustrações de Shepard para a obra de A.A. Milne são inspiradas diretamente na paisagem da Floresta Ashdown, a floresta de Sussex na Inglaterra, na qual o autor dos livros se inspirou.

A obra foi leiloada juntamento com outros quatro trabalhos de Shepard que tinham sido ocultados ao público durante quase meio século. As cinco ilustrações arrecadaram, no total, 917.500 libras (mais de um milhão de euros).