Cerca de 60 mil pessoas estão este sábado a deixar as suas casas no bairro de Westend, em Frankfurt, habitado por famílias de classe alta e média alta da cidade, a capital financeira da Alemanha, após ter sido descoberta uma bomba britânica de 1,4 toneladas, lançada durante a II Grande Guerra, entre 1939 e 1945.

Trata-se, segundo as autoridades alemãs, da maior ação de evacuação levada a cabo desde a II Guerra Mundial.

O bairro terá de estar sem moradores até domingo. A bomba será depois desarmadilhada. Segundo autoridades de Frankfurt, uma explosão não controlada poderia destruir todo um quarteirão da cidade.

Uma área de 1,5 quilómetros em torno da bomba terá de ser evacuada, o que inclui dois hospitais, o quartel-general da polícia e o Banco Central alemão, segundo adianta a agência de notícias Reuters.

Mais de cem doentes internados nos dois hospitais, incluindo bebés prematuros e outros nos cuidados intensivos foram retirados já neste sábado, segundo contou à Reuters o conselheiro da cidade de Frankfurt, Markus Frank.

A polícia e bombeiros avisaram os moradores que seriam retirados à força de suas casas, podendo ser presos, caso recusem abandonar o bairro de Westend.

As autoridades presumem que a bomba, uma HC 4000,  foi lançada pela força aérea britânica durante a segunda guerra.

Mais de duas mil toneladas de bombas e munições são encontradas todos os anos na Alemanha.

 A estimativa é de que 15% das 1,5 milhões de toneladas de bombas lançadas sobre o país durante a II Guerra Mundial não explodiram.