Atualizado às 12:42

O Papa Francisco terá estado doente nos últimos dias. Segunda e terça-feira, o Sumo Pontífice cancelou as suas audiências privadas e uma missa. No entanto, fonte do Vaticano, citada pela AP, garante que não é nada sério e que esta quarta-feira a agenda foi retomada.

Recorde-se que o Papa Francisco esteve de visita ao Médio Oriente nas últimas semanas. Uma viagem que culminou numa oração conjunta, entre o Presidente israelita e o Presidente da palestiniano, domingo passado.

Sua Santidade terá apanhado um vírus e optou por «descansar» na terça-feira. Já tinha cancelado as audiências de segunda-feira e voltou a fazer o mesmo na terça.

Ainda de acordo com a AP, algumas pessoas no Vaticano estão preocupadas com a saúde do Papa Francisco. Aos 77 anos de idade e apenas com um pulmão a funcionar a 100%, o líder supremo da igreja não faz tensões de diminuir a sua agenda.

Enquanto outros Papas optaram sempre por descansar durante o Verão e sair de Roma, devido ao calor extremo, o Papa Francisco fez saber que vai ficar na cidade a trabalhar.

Papa alerta para «mercadores da morte»

Aliás, já hoje o Papa Francisco alertou os «mercadores da morte» de que terão «de responder a Deus», depois de na terça-feira mais três migrantes morrerem no Mediterrâneo quando tentavam chegar à Europa.

«Pensais que os corruptos, aqueles que traficam pessoas e armas, são mesmo felizes?» - questionou o líder da Igreja católica perante a multidão reunida na Praça de São Pedro para a sua audiência semanal.

«Não são, porque sabem que na outra vida terão de responder a Deus. Não poderão levar consigo dinheiro, poder ou orgulho», disse Francisco.