A Igreja católica eslovaca disse, este domingo, numa carta pastoral que a igualdade de género destrói a família e que a decisão de aceitar pares homossexuais leva a uma «confusão sodomita».

Na mensagem pastoral, a Igreja católica eslovaca refere que, por detrás da aparente bondade da ideia de igualdade de género, se esconde o objetivo de destruir as famílias.

Os bispos eslovacos referem que a família é uma instituição de Deus e que a desintegração familiar de teoria a felicidade humana, assinalando que quem se refere ao conceito de «igualdade de género» pensa em algo positivo, em que os homens e as mulheres têm os seus direitos.