Uma nova unidade no Iémen do grupo «jihadista» sunita estado islâmico (EI) reivindicou a autoria de um ataque que resultou na morte de cinco rebeldes xiitas «huthis», na cidade de Yarim, na província de Ibb (centro).

Numa mensagem publicada na rede social Twitter, um grupo que se apresenta como a «brigada verde» do EI no Iémen afirma ter atingido um veículo de «huthis» com um engenho explosivo, destruindo-o e causando a morte dos cinco ocupantes.

Esta é a primeira vez que um grupo ligado ao EI se manifesta na província de Ibb. Os «jihadistas» do movimento extremista tinham já reivindicado a autoria de atentados em Sanna e Lahj.