Pelo menos 55 civis morreram hoje e dezenas ficaram feridos num bombardeamento da coligação árabe-muçulmana, liderada pela Arábia Saudita, no noroeste do Iémen, informou a agência iemenita Saba, controlada pelos rebeldes ‘hutis’.

O ataque sucedeu durante a madrugada na cidade de Moca, localizada na costa do Mar Vermelho, na província de Taiz, e teve como objetivo um complexo residencial dos engenheiros da central elétrica da cidade.

Os feridos foram levados para receber tratamento em diferentes hospitais da cidade e também para centros médicos da localidade de Al-Hudeida, também na costa do Mar Vermelho, acrescentou a Saba.