Uma norte-americana, do estado da Pensilvânia, foi condenada a uma pena de prisão, por abandonar a mãe, paraplégica e com 88 anos, sem comida e sem água durante 10 dias. A idosa acabou por morrer.

O caso aconteceu em Janeiro deste ano. Janice Harmes, de 67 anos, deixou a mãe sozinha em casa, durante mais de uma semana, sem qualquer cuidado, sem comida e sem água e mesmo sem forma de se comunicar com o exterior, já que lhe levou também o telemóvel. A idosa morreu de septicemia, uma infeção causada por feridas não cuidadas.

A mulher não contestou a pena a que foi condenada, seis anos de cadeia. De acordo com o jornal «New York Daily News», ao ouvir do juiz que sua atitude era «indesculpável e repreensível», Janice apenas alegou que estava honrando o desejo da mãe de morrer em casa.